Browsed by
Etiqueta: JANTAR

O que não pode faltar num jantar de empresa

O que não pode faltar num jantar de empresa

jantarempresa

Todos sabemos que um jantar de empresa não é um jantar simples entre colegas, ou muito menos um jantar romântico com o namorado. Portanto, planear um, requer, sem dúvida, uma preparação cuidada, de forma a marcar os presentes, mas sem grandes alaridos. O jantar terá de ter a sua própria personalidade e, claro, terá de haver espaço para o entretenimento. Basicamente, a ideia é que, depois do jantar, falem dele e, claro, de si. Então, para ter a certeza de que o seu jantar será um sucesso, leia com atenção estas 5 dicas e prometo que os seus clientes não falarão de outra coisa, pelo menos, durante uma semana.

  1. Local

É claro que encontrar um bom sítio é apenas o começo. Até porque, posteriormente, é necessário preparar e executar uma noite que, além de ter que ser memorável, terá também que ser sofisticada e divertida. Assim, verifique os restaurantes ou quintas de festas que conhece, e escolha a que lhe parecer mais adequada. Depois, até pode pedir alguma ajuda aos proprietários da quinta e/ou restaurante que, com certeza, terão algumas dicas para lhe oferecer, consoante a sua experiência.

  1. Tema

Haverá, com certeza, alguma razão para o evento empresarial que se encontra a planear. Seja ela a promoção de um novo produto ou serviço, o anúncio de uma nova fusão ou compra, ou mesmo a demonstração do apreço pelos empregados. Deve encontrar uma maneira divertida de fazer notar essa temática no jantar, sem ser exuberante.

  1. Comida

Ninguém vai para um jantar comer comida com pouca qualidade. Muitas vezes, as empresas de organização de eventos esquecem-se bastante desta parte e, de facto, é preciso ter em conta que, se a comida for boa e o jantar divertido e agradável, as pessoas vão lembrar-se da sua empresa e do quão divertido foi o seu jantar; por outro lado, se a comida for má, mesmo que todas as restantes actividades sejam requintadas e divertidas, as pessoas lembrar-se-ão sempre que comeram mal. Portanto, é preciso atenção redobrada nesta questão.

  1. Jogos

Colocar os convidados a jogar é uma óptima forma dos mesmos interagirem e divertirem-se. Se puder ter uma espécie de jogos de casino, seria o ideal: roleta, poker, por exemplo. No início do jantar, poderão ser dadas fichas que, no final da noite, se converterão em prémios para os vencedores.

  1. Música

Esta é outra parte crítica de todo o evento, uma vez que o som ambiente define a personalidade que pretende dar à festa. Depois, pode contratar um músico, uma banda ou um DJ, de forma a manter o ambiente do jantar animado e fomentar a diversão e a dança.

Obviamente que, para além destas, existem muitas outras coisas que pode fazer num jantar de empresa. No entanto, é preciso ter em consideração que estas não podem faltar, por isso, aponte tudo num caderninho, para não se esquecer de nenhuma, e ponha mãos à obra!

Bandas de casamento: a vantagem de um casamento com música ao vivo

Bandas de casamento: a vantagem de um casamento com música ao vivo

bandasdecasamento

Uma das grandes decisões na organização de um casamento passa pela escolha da animação musical. Hoje vamos falar-lhe de contratar bandas de casamento, que permitem a grande vantagem de ter um casamento com música ao vivo.

Com efeito, e apesar das bandas de casamento geralmente terem um custo mais elevado do que, por exemplo, um DJ, nada se compara a um casamento com música ao vivo, que resulta num espectáculo com uma maior autenticidade e energia, proporcionando um grande entretenimento aos convidados, que são mais facilmente arrancados das cadeiras para dançar.

Hoje em dia, as bandas para casamentos já possuem repertórios muito alargados, pelo que o receio de optar pela sua contratação devido ao risco de não saberem tocar uma música mais especial ou solicitada pelos convidados em plena festa é cada vez menos infundado.

Além disso, se os noivos realmente fizerem questão de ouvir determinados temas no dia do seu casamento podem sempre reunir com a banda que contratarem para lhes comunicar o seu desejo com a devida antecedência, permitindo uma eficaz preparação.

Se pretender uma festa realmente animada, para além de proporcionar um casamento com música ao vivo, pode contratar bandas de casamento que incluem na sua formação não só músicos como bailarinos e dançarinos, quer para dar mais cor e alegria à sua performance, quer para ensinar coreografias aos convidados.

Atenção que as bandas de casamento com música ao vivo são especialmente indicadas para espaços de maior dimensão, pois geralmente possuem um bom som. Aliás, se o espaço não for muito grande e, mesmo assim, preferir contratar uma banda veja se eles têm controlo de volume, para que a sua actuação não se torne barulhenta e desadequada.

Se optar por bandas de casamento, quando estiver a fazer a sua selecção procure conhecer o trabalho de cada uma delas e dê especial atenção ao vocalista, que no fundo irá funcionar como o porta-voz/mestre-de-cerimónias dos momentos mais importantes. Convém analisar a forma como interage com o público e que seja uma pessoa que saiba entreter sem ser inconveniente, para além de educado, amigável, carismático e, sobretudo, cativante.